Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

COP25: Cientistas agradecem paixão de Greta e outros jovens ativistas

Cientistas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) agradeceram hoje em Madrid a "paixão" da ativista sueca Greta Thunberg e de outros jovens que abraçaram a causa da defesa do planeta.

COP25: Cientistas agradecem paixão de Greta e outros jovens ativistas
Notícias ao Minuto

17:02 - 10/12/19 por Lusa

Mundo Ambiente

"[Os jovens] são um impulso nas conversações que abordam a crise climática e ligam a rua às negociações que ocorrem nesta COP25", disseram representantes do IPCC durante um encontro com jovens em paralelo com a 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas que decorre na capital espanhola.

Os representantes do IPCC apelaram para a concretização de um "programa ambicioso" de combate às alterações climáticas proposto nos vários relatórios produzidos pelo grupo internacional de cientistas que funciona sob a égide da ONU, mas reconheceram que "o que falha é o sistema".

A jovem sueca Greta Thunberg e Luisa Neubauer, ativista alemã, apelaram para a necessidade de disseminar as provas científicas (sobre as alterações climáticas e os seus efeitos) na circulação de informação e na educação, para que a mensagem da emergência climática chegue a todos os setores da sociedade.

Greta Thunberg enfatizou a necessidade de ouvir especialistas "que não estão suficientemente representados nos media" e destacou que é necessária a ciência, informação e educação, visto que os jovens não têm conhecimento científico suficiente.

Acrescentou que "é preciso educar os adultos" porque "não há tempo para esperar que as crianças cresçam para ocupar posições de poder".

Para Luisa Neubauer é importante acreditar que as mudanças podem ser feitas, sendo que o papel dos jovens é certificarem-se de que os governos lutarão pelo melhor acordo possível na COP25.

No Dia Internacional dos Direitos Humanos que se assinala hoje, os cientistas destacaram a ameaça que a crise climática constitui para a segurança das pessoas.

"As mudanças climáticas ameaçam os direitos humanos, como é visível com o aumento das migrações climáticas, e os mais expostos são crianças e idosos", afirmaram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório