Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Musk vence caso de difamação por tweet a chamar "pedófilo" a mergulhador

Decisão foi conhecida esta sexta-feira.

Musk vence caso de difamação por tweet a chamar "pedófilo" a mergulhador

Elon Musk venceu, esta sexta-feira, o caso em que era acusado de difamação por ter publicado um tweet - posteriormente apagado - onde chamava "pedófilo" a um mergulhador que ajudou no resgate de um grupo de jovens de uma gruta na Tailândia, em junho de 2018.

O veredito, explica a Reuters, surgiu no quarto dia de julgamento num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos. Vernon Unsworth pretendia uma indemnização de 190 milhões de dólares - cerca de 172 milhões de euros -  do CEO da Tesla. 

Em tribunal, Musk nunca admitiu ter chamado "pedófilo" ao mergulhador Vernon Unsworth e numa das sessões esteve a 'discutir' os possíveis significados que a palavra poderia ter, incluindo “homem velho assustador”.

A situação entre Musk e Unsworth teve início quando o mergulhador, que ajudou a liderar a missão de salvamento dos jovens, disse que as cápsulas criadas pelo CEO da Tesla para resgatar os adolescentes tailandeses eram um "golpe de marketing". 

Musk não ficou calado e respondeu com uma série de tweets em que chamou "pedófilo" a Vernon. Num destes, chegou mesmo a questionar a presença do mergulhador na gruta. "Nunca vi este expatriado britânico que vive na Tailândia quando estávamos nas grutas [...] Sabes que mais, não te incomodes a mostrar o vídeo. Vamos fazer um com as cápsulas a entrar pela gruta 5, sem problema. Desculpa pedófilo, mas foste tu que pediste".

[Notícia atualizada às 23h26]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório