Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Tunísia. Número de mortos em acidente com autocarro sobe para 26

O Ministério da Saúde da Tunísia adiantou, com base em dados ainda provisórios, que pelo menos 26 jovens adultos morreram no acidente de autocarro que ocorreu este domingo numa região montanhosa do país, popular entre os turistas locais.

Tunísia. Número de mortos em acidente com autocarro sobe para 26
Notícias ao Minuto

23:23 - 01/12/19 por Lusa

Mundo Tunísia

Com base numa avaliação ainda provisória, aquele ministério avançou à agência francesa AFP que existem pelo menos 26 mortos e 17 feridos, todos cidadãos tunisinos, na sequência do acidente.

Antes, o ministério já tinha avançado com o registo de 24 mortos e 18 feridos.

Segundo a primeira avaliação do Ministério do Interior, pelo menos 22 pessoas tinham morrido no local do acidente e 21 tinham ficado feridas.

Alguns dos feridos acabaram por morrer já no hospital, na sequência dos ferimentos sofridos, declarou depois o Ministério da Saúde.

As circunstâncias exatas em que se deu o acidente ainda não são conhecidas.

O presidente da Tunísia, Kais Saied, e o primeiro-ministro cessante, Youssef Chahed, visitaram o local, observou uma equipa da AFP.

Proveniente da capital do país, Tunes, e com destino para a zona de Ain Draham, que faz fronteira com a Argélia, o autocarro de turismo saiu da estrada, embateu contra um separador de ferro e resvalou para uma ravina quando passava pela região de Amdoun (noroeste), segundo explicou o Ministério do Interior.

De acordo com fontes locais, o autocarro pertence a uma agência de viagens privada e estava a realizar "uma viagem turística de lazer".

O Ministério do Turismo precisou, por sua vez, que todos os passageiros do autocarro, num total de 43, têm nacionalidade tunisina.

Segundo as agências internacionais, os "media' locais estão a mostrar imagens do autocarro tombado e danificado, nomeadamente com as janelas partidas.

O Ministério do Interior informou ainda que os feridos foram transportados para os hospitais das localidades de Amdoun e de Beja, para receber assistência médica de emergência.

A Tunísia tem uma das mortalidades rodoviárias mais elevadas do norte de África, só ultrapassada pela Líbia, com uma média de 24,40 vítimas mortais por cada 100 mil habitantes, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório