Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Coreia do Sul decide manter acordo sobre informações militares com Japão

O Governo sul-coreano anunciou hoje que vai manter o tratado de troca de informações militares com o Japão, num gesto que visa melhorar as tensas relações bilaterais e agradar aos Estados Unidos, um grande defensor do pacto.

Coreia do Sul decide manter acordo sobre informações militares com Japão

Seul também anunciou que irá suspender temporariamente o sua queixa contra os japoneses na Organização Mundial do Comércio (OMC), nomeadamente no caso em que o Japão impôs restrições à exportação de materiais sensíveis, como semicondutores e matérias para a construção de ecrãs, que são cruciais para as indústrias da Coreia do Sul.

O vice-diretor do Departamento de Segurança Nacional da Coreia do Sul, Kim You-geun, anunciou numa conferência de imprensa as duas decisões e explicou que, após seis meses de relações tensas, os dois vizinhos acertaram algumas diferenças que existiam.

No entanto, Kim alertou que Seul renovará o acordo com a condição de que possa ser cancelado no momento que julgar necessário, sublinhando que os dois países devem continuar a aproximar posições.

A decisão de manter o pacto militar - que deve ser renovado anualmente - foi anunciada apenas seis horas antes do prazo para expirar, à meia-noite de hoje.

Assinado pela primeira vez em 2016, o Pacto Geral de Segurança da Informação Militar (GSOMIA) permite a partilha de dados entre o Japão e a Coreia do Sul sobre os movimentos militares da Coreia do Norte e é um mecanismo que os Estados Unidos considera chave para a estabilidade na região.

Seul anunciou em agosto que não renovaria a GSOMIA em resposta às restrições comerciais impostas por Tóquio, que também retirou o país vizinho da sua lista de parceiros comerciais preferenciais, uma medida que teve como resposta uma decisão recíproca do Governo sul-coreano.

Tóquio argumentou, sem evidências para o provar, que a sua decisão de ativar as limitações comerciais respondeu aos fracos controlos de Seul para garantir que certas materias não acabem nas mãos de Estados ou organizações consideradas perigosos.

O Ministério do Comércio do Japão também declarou hoje que retomará as negociações com a Coreia do Sul sobre o controlo das exportações de certos materiais, depois de Seul notificar Tóquio de que vai suspender as ações contra os japoneses na OMC.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório