Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Síria: Turquia anuncia primeiros regressos à sua "zona de segurança"

A Turquia anunciou hoje que centenas de deslocados sírios regressaram pela primeira vez a uma região do nordeste da Síria após a ofensiva militar de Ancara contra uma milícia curda apoiada pelos países ocidentais.

Síria: Turquia anuncia primeiros regressos à sua "zona de segurança"
Notícias ao Minuto

16:28 - 21/11/19 por Lusa

Mundo Síria

Cerca de 200 pessoas, que se tinham deslocado mais para oeste na Síria numa zona de controlo turco, "regressaram às suas casas e terras" de "forma voluntária e segura", afirmou em comunicado o ministério turco da Defesa.

Segundo o ministério turco, estes deslocados foram dirigidos para uma zona situada entre as cidades sírias de Tal Abyad e Ras al-Ain, de onde Ancara expulsou em outubro a milícia curda Unidades de proteção popular (YPG).

Esta zona, com 140 quilómetros de comprimento e 30 quilómetros de largura, é designada "zona de segurança" pela Turquia.

O ministério turco da Defesa acrescentou que outras 300 pessoas, até ao momento instaladas na localidade síria de Jarablous, controlada pelos combatentes sírios apoiados por Ancara na sequência da anterior operação militar turca em 2016, estavam a dirigir-se para Tal Abyad.

A Turquia suspendeu a ofensiva desencadeada em outubro contra as YPG após ter concluído dois acordos com os Estados Unidos e a Rússia que preveem a retirada das YPG da maioria das suas posições junto à fronteira com a Turquia.

Ancara pretende que esta zona-tampão separe a sua fronteira dos territórios controlados pelas YPG. O Presidente Recep Tayyip Erdogan declarou que pretende realojar dois milhões dos mais de 3,5 milhões de sírios que se refugiaram na Turquia desde o início do conflito sírio em 2011.

As YPG estiveram na linha da frente da coligação internacional anti-jihadista conduzida pelos Estados Unidos. Ancara considera este grupo "terrorista" pelas suas ligações ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que em 1984 desencadeou uma rebelião armada no sudeste da Turquia, uma região com larga maioria de população curda.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório