Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Câmaras mostram que ninguém entrou na cela de Epstein

Os guardas da cela do milionário foram, entretanto, acusados de falsificar os registos.

Câmaras mostram que ninguém entrou na cela de Epstein
Notícias ao Minuto

20:19 - 19/11/19 por Fábio Nunes 

Mundo Jeffrey Epstein

As imagens das câmaras de segurança do Metropolitan Correctional Center, em Nova Iorque, onde Jeffrey Epstein, de 66 anos, se encontrava detido, mostram que ninguém entrou na cela do milionário na noite em que este morreu, revelaram esta terça-feira os procurados federais norte-americanos.

Mas ainda assim, o patologista contratado pela família de Epstein para investigar a sua morte não se mostra convencido e quer obter mais informações dos dois guardas da sua cela. Michael Baden quer saber mais detalhes sobre a posição em que o corpo de Epstein foi encontrado.

Os procuradores também anunciaram que os dois guardas foram acusados de falsificarem os registos da prisão. As acusações referem que os guardas Tova Noel e Michael Thomas não verificaram de 30 em 30 minutos a cela de Epstein como deveriam fazer e alteraram os registos para dar a entender que o tinham feito.

Montell Figgins, o advogado de Michael Thomas, reagiu às acusações e afirmou que os dois guardas estão a servir de bodes expiatórios.

Jeffrey Epstein estava detido preventivamente e aguardava para ser julgado pelos crimes de tráfico sexual e de abuso sexual, incluindo de menores. Epstein foi acusado de liderar uma rede de tráfico sexual frequentada por figuras públicas e poderosos, algo que motivou diversas teorias da conspiração em torno da morte do milionário.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório