Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Jornal britânico lamenta após publicar obituário de homem ainda vivo

O homem de 83 anos "está vivo e de boa saúde".

Jornal britânico lamenta após publicar obituário de homem ainda vivo

Foi apreciado pelo seu trabalho a apoiar desportos e relembrado pela altura em que correu com a tocha olímpica por Darlington, em Inglaterra. Só havia um 'problema' com o obituário de Charlie Donaghy -  é que ele estava vivo.

Agora o jornal local The Northern Echo lamentou publicamente o sucedido. "Esta manhã, o nosso website publicou um obituário de Charlie Donaghy, um apoiante dos desportos no nordeste" disse o jornal num comunicado. "No entanto, temos o prazer de poder dizer que o sr. Donaghy está vivo e de boa saúde".

O jornal referiu ainda que tinha confirmado o óbito com três fontes diferentes. No entanto, a família alega que não foi questionada antes de o texto ser publicado.

Num comunicado citado pelo Independent, a família diz estar "devastada com a incorreção desta notícia". "Causou uma angústia imensurável à minha irmã bem como a muitos amigos e apoiantes do nosso pai ao longo dos anos. Permitir que isto seja libertado para a internet sem confirmar com a família é imperdoável", continua.

"Não é possível deixar de ouvir ou de ver que o nosso pai morreu", remata a nota.

Esta não é a primeira vez que um obituário surpreendeu os visados. O exemplo mais famoso é talvez o de Mark Twain. "A notícia da minha morte foi um exagero", disse o escritor a um jornalista do New York Journal depois de alguns relatos de que teria ficado doente.

Outro exemplo mais recente é o do fundador da Apple, Steve Jobs, que três anos antes da sua morte viu um obituário de 18 páginas sobre si ser publicado pela Bloomberg.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório