Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 24º

Edição

Termina greve de funcionários da agência da ONU na Jordânia

Os quase 7 mil trabalhadores da agência da ONU para os refugiados palestinianos que entraram hoje em greve na Jordânia conseguiram os aumentos de salário que pediam e voltaram ao trabalho.

Termina greve de funcionários da agência da ONU na Jordânia
Notícias ao Minuto

18:48 - 03/11/19 por Lusa

Mundo ONU

Ao todo, a greve durou meio dia, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros jordano, Ayman Safadi, enquanto o representante sindical dos trabalhadores da Unwra (na sigla em inglês), confirmou um acordo mediado pelo Governo da Jordânia.

Os salários aumentarão entre 88 e 126 euros a partir de janeiro de 2020, afirmou Safadi.

O sindicato que representa os trabalhadores criticou a "política obstinada" da administração da agência, confrontada com cortes orçamentais devido à retirada do financiamento anual de 270 milhões de euros dos Estados Unidos, principal doador.

Na Jordânia, onde vivem cerca de 2,2 milhões de refugiados palestinianos, a agência gere 169 escolas onde estudam 120 mil alunos, 25 centros de saúde e 14 centros de acolhimento para mulheres.

Em agosto passado, a Suíça e a Holanda também suspenderam as suas contribuições, após um inquérito em que se apontava à agência má gestão e abuso de autoridade.

Fundada em 1949, presta atualmente auxílio a 5,4 milhões de palestinianos na Jordânia, Líbano, Síria e territórios palestinianos, dando emprego a 30 mil pessoas, principalmente palestinianos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório