Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Pentágono revela imagens de operação militar que matou líder do Daesh

Autoridades norte-americanas confirmaram ainda que o corpo de Abu Bakr al-Baghdadi foi sepultado no mar, depois da operação militar dos Estados Unidos.

Pentágono revela imagens de operação militar que matou líder do Daesh
Notícias ao Minuto

23:30 - 30/10/19 por Anabela Sousa Dantas 

Mundo Abu Bakr al-Baghdadi

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos revelou esta quarta-feira o passo a passo da missão que terminou com a morte do chefe do grupo autoproclamado de Estado Islâmico na Síria, Abu Bakr al-Baghdadi.

Em conferência de imprensa às televisões norte-americanas, o general Frank McKenzie fez o esboço da missão, tendo os principais detalhes sido publicados, em simultâneo, no Twitter do Comando Central das Forças Armadas, conforme pode ver abaixo.

O responsável militar explicou que a operação prolongou-se por duas horas, terminando no complexo onde se encontrava o líder do ISIS.

Durante a conferência de imprensa, foram mostrados alguns vídeos da operação, captados por drones, onde é possível ver o avanço dos militares norte-americanos sobre o complexo.

"Eu quero tornar claro que apesar do caráter de extrema importância e elevada pressão em torno desta missão, foram feitos todos os esforços para evitar mortes entre os civis e para proteger as crianças que suspeitávamos estarem no complexo", pode ler-se nas declarações que foram colocadas no Twitter. 

Sublinhe-se que o líder jihadista, prevendo a sua captura, fez detonar um "colete suicida", tirando a própria vida e a de duas crianças que se encontravam consigo.

"Aqui vemos o alvo da missão - o complexo onde al-Baghdadi estava escondido. Assim como disse antes, este complexo estava situado na província de Idlib, no noroeste da Síria", explicou, mostrando uma imagem aérea do local.

O general Frank McKenzie explicou, ainda, que o ADN usado para identificar al-Baghdadi pertencia a amostras que tinha sido recolhidas durante a sua detenção no Iraque e que o seu corpo foi sepultado no mar, em local não divulgado.

O general não confirmou, porém, as alegações feitas pelo presidente norte-americano no primeiro anúncio da morte do líder do ISIS, no passado domingo, em que referia que este se refugiou num túnel "gemendo e chorando".

Abu Bakr al-Baghdadi era um dos homens mais procurados do planeta e tinha a cabeça a prémio por 25 milhões de dólares (22,5 milhões de euros).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório