Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

A entronização do novo imperador do Japão deu direito a perdão de multas

O imperador Naruhito do Japão proclamou, esta terça-feira, a entronização durante uma cerimónia no Palácio Imperial em Tóquio. Na cerimónia estavam mais de dois mil convidados de vários cantos do mundo, entre eles, chefes de Estado e representantes de cerca de 180 países.

O Japão vai emitir meio milhão de indultos para festejar a ascenção ao trono do novo imperador. Este perdão vai ser aplicado a crimes de pequena gravidade, mas sobretudo a multas de trânsito

Na cerimónia, na qual foram cumpridas uma série de tradições milenares, o novo imperador prometeu respeitar a Constituição japonesa e cumprir todas as responsabilidades referentes às funções.

O novo soberano, de 59 anos, tornou-se no 126.º imperador do Japão em 1 de maio, no dia seguinte ao pai, Akihito, de 85 anos, ter abdicado, uma decisão inédita nesta dinastia de mais de dois séculos.

Naruhito e Masako têm uma filha, a princesa Aiko, de 17 anos, que a lei imperial não autoriza a assumir o trono. O irmão mais novo do atual imperador, o príncipe Akishino, de 53 anos, é o primeiro na linha de sucessão ao trono, à frente do filho Hisahito, de 13 anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório