Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Já terminou o voo direto mais longo do mundo. Foram quase 20h de viagem

Veja na fotogaleria como foi a viagem.

Este domingo, a companhia aérea australiana Qantas entrou para a história. Completou sem percalços a viagem de Nova Iorque, nos EUA, até Sydney, na Austrália, ultrapassando com sucesso o recorde de horas de voo sem escalas com a ajuda do Boeing 787 'Dreamliner'.

Foram 19 horas e 16 minutos, numa viagem que percorreu 16.200 quilómetros.

O voo era de teste, com 49 pessoas a bordo, contando com passageiros, tripulantes, pilotos, jornalistas e até cientistas.

Um dos objetivos deste exercício era avaliar os possíveis impactos de voos de longo curso no ser humano. Os investigadores a bordo analisaram, permanentemente, a atividade cerebral dos pilotos, assim como o comportamento da tripulação e dos passageiros.

Em declarações à Reuters, Alan Joyce, CEO da Qantas, afirmou que este “é um momento histórico para a Qantas, um momento histórico para a aviação australiana e um momento histórico para a aviação mundial”. Até agora, nenhuma aeronave comercial estava capacitada para percorrer tão longa distância.

Se ficou entusiasmado com a possibilidade de fazer esta viagem, vai ter de esperar. Pois só em 2022 - e se tudo correr bem com os testes - é que esta rota ficará disponível.

Por agora, pode ver as fotos da viagem na galeria acima.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório