Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Com um abraço conseguiu evitar uma tragédia. História tornou-se viral

Um treinador de futebol americano conseguiu evitar que um aluno levasse a cabo o suicídio.

Esta poderia ser uma história trágica mas, felizmente, teve um final feliz. Falamos de uma tentativa de suicídio que terminou num abraço e numa na oportunidade de recomeço.

Coragem e compaixão foram as estratégias que o treinador de futebol Keanon Lowe usou para evitar que um aluno tirasse a própria vida com recurso a uma espingarda.

No vídeo divulgado pela imprensa internacional, e que pode ver na galeria, o treinador de 27 anos tem na mão uma arma que pertence a Angel Granados-Díaz, um jovem de 19 que tentou o suicídio.

A situação ocorreu no dia 17 de maio na Parkrose High School, em Portland, no estado norte-americano do Oregon, mas as imagens das câmaras de videovigilância só agora chegaram a público, sendo que a imprensa tem destacado a bravura do treinador que conseguiu evitar a tragédia.

Depois de conseguir tirar a arma ao estudante, o treinador deu-lhe um abraço e com palavras de conforto aproveitou para o afastar da sala de aula. Perante a situação, o aluno acabou por responder ao abraço do professor.

De acordo com os relatos, Angel sofre de distúrbios mentais e pretendia pôr fim à vida na escola para proteger a mãe da angústia. O jornal Oregonian dá ainda conta que o jovem, ao levar a arma para a escola, nunca teve intenção de ferir nenhum dos seus colegas ou funcionários da escola. 

O herói deste episódio recorreu à rede social Twitter para explicar que disse ao aluno que estava lá para salvá-lo. "Quando enfrentei o teste que o universo me apresentou, não vi outra opção a não ser agir", escreveu.

Angel Granados-Díaz declarou-se culpado, no início deste mês de outubro, pelo crime de porte de arma de fogo em prédio público e foi punido com 36 meses de liberdade condicional e forçado a realizar tratamentos psicológicos.

------

Se estiver a sofrer com alguma doença mental, tiver pensamentos auto-destrutivos ou simplesmente necessitar de falar com alguém deverá consultar um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral. Poderá ainda contactar uma destas entidades:

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 800 209 899 (Número gratuito).

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159.

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020.

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707.

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório