Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

"Não seja tolo". A carta bizarra que Trump enviou a Erdogan

O presidente norte-americano pede ainda ao presidente da Turquia para não ser "difícil".

"Não seja tolo". A carta bizarra que Trump enviou a Erdogan

O presidente norte-americano Donald Trump escreveu uma carta ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan a alertá-lo para não se armar em "tipo difícil", entre outras bizarrias. A missiva foi enviada a 9 de outubro, no mesmo dia em que as forças da Turquia começaram a invasão no norte da Síria.

Na nota breve, escrita com o tipo de letra usada pela Casa Branca e disponibilizada por um responsável da Administração Trump, esta quarta-feira, pode ler-se: "Caro sr. Presidente. Vamos encontrar um bom acordo! Não quer ser responsável por assassinar milhares de pessoas e não quer ser responsável por destruir a economia turca - e eu fá-lo-ei.".

Trump continua a carta, citada pela CNN, referindo que tem trabalhado "arduamente para resolver alguns dos problemas" entre os dois países e instou Erdogan a não "desiludir o mundo". Promete ainda ter garantias de que os militares curdos estão dispostos para negociar e “fazer concessões que nunca fizeram no passado".

"Se conseguir fazer isto bem e de forma humana a História olhará para si de forma favorável. Mas se coisas boas não acontecerem olhará para si para sempre como o diabo", lê-se. "Não seja um tipo difícil. Não seja um tolo", remata.

Notícias ao Minuto

Um assessor democrata disse que Trump se tinha gabado de ter escrito uma carta "desagradável" a Erdogan durante uma reunião na Casa Branca com os líderes do Congresso, na quarta-feira.

A carta data apenas dias depois de ter falado com o presidente turco ao telefone, onde Trump disse que as forças norte-americanas iriam desviar-se e libertar caminho para a passagem das forças turcas, um passo que foi visto como uma traição aos curdos que lutaram com os Estados Unidos contra o Estado Islâmico.

Trump nega ter dado 'luz verde' para que a Turquia invadisse o norte da Síria após a saída das tropas norte-americanas daquele território, mas as forças turcas começaram a invasão horas após a saída das tropas norte-americanas de dois postos avançados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório