Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Síria: Tropas sírias e russas entraram na cidade estratégica de Kobane

As tropas sírias e os seus aliados russos entraram hoje na cidade estratégica de Kobane, na fronteira com a Turquia, depois de chegarem a um acordo militar com os curdos e da retirada das forças norte-americanas.

Síria: Tropas sírias e russas entraram na cidade estratégica de Kobane
Notícias ao Minuto

19:56 - 16/10/19 por Lusa

Mundo Síria

Kino Gabriel, porta-voz militar das Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança liderada por curdos, confirmou que as tropas sírias e russas entraram em Kobane.

Esta foi a primeira cidade no norte da Síria que caiu nas mãos dos 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico em 2014, apesar de terem sido derrotados após uma ofensiva em janeiro de 2015 dos curdos e da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos da América.

A Turquia alertou hoje que não aceitaria que as forças curdas permanecessem na cidade de Manbij, sob a proteção dos russos, que começaram a patrulhar a área na terça-feira após a retirada das tropas norte-americanas.

"Que a bandeira russa seja hasteada em vez da americana e que as Unidades de Proteção Popular (YPG) permaneçam lá sob o controlo de outra potência é inaceitável", disse Ibrahim Kalin, o porta-voz do Presidente turco, Recep Erdogan.

Forças do regime sírio foram enviadas na terça-feira para Manbij, a cerca de 30 quilómetros da fronteira turca no norte da Síria, a pedido dos curdos, que estão a enfrentar uma ofensiva da Turquia.

A Turquia lançou na semana passada uma ofensiva no nordeste da Síria contra a milícia curda das Unidades de Proteção Popular, aliada dos ocidentais no combate aos 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico, mas considerada terrorista por Ancara.

O objetivo da operação é criar uma "zona de segurança" de 32 quilómetros de extensão ao longo da fronteira entre a Turquia e Síria para manter as YPG à distância e repatriar uma parte dos 3,6 milhões de refugiados sírios que atualmente vivem no território turco.

A ofensiva turca no nordeste da Síria já provocou, até à data, mais de 160 mil deslocados, segundo a ONU, e a saída do terreno, por medida de segurança, de várias organizações não-governamentais (ONG) que prestavam ajuda humanitária.

A ação militar de Ancara abre uma nova frente na guerra da Síria que já causou mais de 370.000 mortos e milhões de deslocados e refugiados desde que foi desencadeada em 2011.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório