Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Ataques durante a campanha eleitoral afegã fizeram 85 mortos

Mais de 450 civis foram vítimas de ataques, dos quais 85 morreram, durante a campanha eleitoral para as presidenciais no Afeganistão, principalmente devido aos atentados realizados pelos talibãs, divulgou hoje a ONU.

Ataques durante a campanha eleitoral afegã fizeram 85 mortos
Notícias ao Minuto

13:13 - 15/10/19 por Lusa

Mundo ONU

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão (MINUA) registou 277 vítimas, incluindo 28 mortos, somente no dia das eleições, realizadas a 28 de setembro.

O relatório mostrou que a ONU está "particularmente preocupada com o facto de mais de um terço das vítimas no dia da votação terem sido crianças".

Ameaças e ataques contra a realização das eleições tiveram um papel importante na baixa participação na votação, estimada em cerca de 27%, de acordo com os últimos dados disponíveis.

A MINUA - cujo relatório cobre o período desde o início do registo dos candidatos (08 de junho) até o final de setembro - observou que as vítimas civis em ataques no dia das eleições foram "significativamente menores" do que nas eleições legislativas de outubro de 2018, que registou 56 mortos.

A Missão culpou os talibãs pelos ataques e o grupo extremista não escondeu que faria tudo para impedir uma eleição que considerava como ilegítima.

Segundo MINUA, "cerca de 95% das vítimas civis em violência relacionada às eleições foram atribuídas aos talibãs".

A maioria dos ataques foi realizada com foguetes, granadas e morteiros, bem como engenhos explosivos improvisados "colocados nas assembleias de voto ou nas suas proximidades, incluindo escolas".

Os ataques mais mortais foram cometidos em Cabul, um a 28 de julho, contra uma reunião eleitoral (21 mortos,) e outro no norte da capital, a 17 de setembro, com um ataque suicida durante um comício que matou 30 pessoas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório