Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Ofensiva na Síria continua até que "objetivos sejam atingidos"

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou hoje que a ofensiva turca no norte da Síria continuará até que os seus "objetivos sejam atingidos", apesar dos apelos de Washington para que a invasão termine.

Ofensiva na Síria continua até que "objetivos sejam atingidos"
Notícias ao Minuto

11:58 - 15/10/19 por Lusa

Mundo Erdogan

"Vamos prosseguir a nossa luta (...) até que os nossos objetivos sejam atingidos", declarou Erdogan, num discurso a partir de Baku transmitido pela televisão.

As declarações de Erdogan ocorrem um dia depois de um firme aviso do seu homólogo norte-americano, Donald Trump, que endureceu o tom face à Turquia, pedindo-lhe para acabar com a sua operação militar na Síria, lançada há uma semana, e anunciando uma série de sanções.

A ofensiva turca visa afastar do nordeste da Síria as forças curdas das Unidades de Proteção Popular (YPG), aliadas do ocidente na luta contra os 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI), mas consideradas como terroristas por Ancara, devido às ligações com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, proibido na Turquia e classificado de terrorista também pelos Estados Unidos e pela União Europeia).

"Até esta manhã libertámos uma zona de perto de 1.000 quilómetros quadrados das mãos da organização separatista terrorista", disse Erdogan, referindo-se às YPG.

"Vamos proteger rapidamente a região que vai de Minbej (noroeste da Síria) até à nossa fronteira com o Iraque", adiantou.

Segundo o presidente turco, aquela zona deverá acolher "inicialmente um milhão e depois dois milhões de refugiados sírios", entre os mais de 3,5 milhões que se refugiaram na Turquia desde o início do conflito na Síria em 2011.

Desde o início da ofensiva turca, pelo menos 104 combatentes curdos e cerca de 60 civis morreram na sequência dos confrontos, segundo o mais recente balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A ONU calcula que a operação já provocou cerca de 160 mil deslocados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório