Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Pegou fogo a sofá onde namorado dormia. Foi condenada a 60 anos de prisão

O homem morreu por inalação de fumo e queimaduras severas.

Pegou fogo a sofá onde namorado dormia. Foi condenada a 60 anos de prisão

Uma mulher que deitou gasolina no sofá onde o namorado dormia e depois fechou a porta ao vê-lo saltar e pedir ajuda vai passar 60 anos na prisão por homicídio em primeiro grau.

O juiz do tribunal superior de Anchorage, no Estado norte-americano do Alasca, responsável pelo caso sentenciou Gina Virgilio, esta segunda-feira, a 99 anos de prisão com 39 anos de pena suspensa. Foi ainda condenada a 10 anos de liberdade condicional quando for libertada pela morte de Michael Gonzalez, que ocorreu em 2012. 

Michael morreu por inalação de fumo e queimaduras severas.

A mulher de 32 anos, conta a Associated Press, repetiu por várias vezes durante o julgamento qu e não era um monstro e mostrou remorsos pela "coisa horrível" que fez. Ainda antes da sentença tentou explicar que foi uma doença mental que a levou a fazer aquilo. "Odeio o que fiz. Nunca vou conseguir trazê-lo de volta", disse.

O irmão disse que tudo começou a mudar quando Gina começou a experimentar drogas, quando tinha 20 anos, desde ocitocina, marijuana a cocaína. Mais tarde passou a tomar metadona por via intravenosa.

Depois disso foi sempre a piorar: perdeu peso, afastou-se da família e tentou matar o filho. Tornou-se obcecada com fogo, explicou.

Não há motivo para o ter matado, o que segundo Gina é ainda mais frustrante.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório