Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Polícias das Honduras usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes

A polícia das Honduras recorreu esta quarta-feira a gás lacrimogéneo para dispersar centenas de manifestantes que exigiam a renúncia do Presidente, acusado pela justiça norte-americana de conluio com redes de tráfico de droga.

Polícias das Honduras usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes

Os manifestantes, reunidos num parque no centro da capital, Tegucigalpa, gritavam 'slogans' contra Juan Orlando Hernandez, quando foram surpreendidos pela polícia. Alguns manifestantes reagiram, atirando pedras contra as autoridades.

O protesto tinha sido convocado pela oposição. Horas antes, milhares de simpatizantes do Partido Nacional (PN, à direita) manifestaram apoio ao Presidente, no sul de Tegucigalpa.

No passado dia 3, no início do julgamento do irmão do mandatário, um procurador federal de Nova Iorque acusou o Presidente hondurenho de ter recebido milhões de dólares em subornos de traficantes de drogas, incluindo do mexicano Joaquín "Chapo" Guzmán.

Hernandez rejeitou de imediato as acusações, que disse serem "100% falsas, absurdas e ridículas".

A oposição, formada por setores da sociedade civil e pelo dirigente de esquerda Manuel Zelaya, que foi deposto como Presidente em 2009, exige a renúncia de Hernández.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório