Meteorologia

  • 14 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Casa Branca "não vai cooperar com inquérito para destituição" de Trump

Consideram que o inquérito para o impeachment do presidente norte-americano é "ilegítimo".

Casa Branca "não vai cooperar com inquérito para destituição" de Trump

A Casa Branca recusou oficialmente cooperar com o inquérito para o 'impeachment' (destituição) do presidente norte-americano, Donald Trump. Numa carta enviada ao Congresso rejeitou o inquérito que considera ser "sem fundamento" e "constitucionalmente inválido".

Refere ainda que a Administração Trump não vai participar naquilo a que chama uma investigação para destituição "ilegítima".

O conselheiro da Casa Branca Pat Cipollone escreve na missiva, de oito páginas, dirigida aos líderes democráticos do Congresso e a Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes, que o seu inquérito tem-se processado "de uma forma que viola a justiça fundamental" e que "peca por fundamentos legítimos constitucionais".

O inquérito está a ser conduzido por um comité composto por membros de três comissões da Câmara dos Representantes (Negócios Estrangeiros, Informação e Supervisão).

Esta carta surge no mesmo dia em que Trump intensificou a sua luta com o Congresso ao impedir que Gordon Sondland, embaixador dos Estados Unidos junto da União Europeia, comparecesse para ser ouvido pelo comité da Câmara dos Representantes, sobre as negociações do presidente com a Ucrânia.

Recorde-se que em causa estão suspeitas em torno de um telefonema entre Trump e o seu homólogo da UcrâniaVolodymyr Zelensky, no qual o chefe de Estado norte-americano terá pedido e incentivado uma investigação ao filho do ex-vice-presidente Joe Biden, favorito para vir a ser o candidato democrata às presidenciais de 2020.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório