Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Mulher de diplomata foge após acidente de viação que matou jovem

Reino Unido pede aos EUA para repatriarem a mulher.

Mulher de diplomata foge após acidente de viação que matou jovem
Notícias ao Minuto

18:41 - 06/10/19 por Natacha Nunes Costa 

Mundo Acidente mortal

O Reino Unido enviou um pedido de extradição aos EUA para a mulher de um diplomata norte-americano que deixou o país quando estava a ser investigada devido a um acidente de viação que matou um jovem.

De acordo com a CNN, o secretário para as Relações Externas, Dominic Raab já demonstrou ao embaixador dos EUA no Reino Unido, Woody Johnson, a “deceção” do país perante a atitude da mulher deste.

Já Woody Johnson garante que a mulher sempre cooperou com a polícia e já tinha transmitido o desejo de voltar aos EUA em breve.

No sábado, as autoridades de Northamptonshire confirmaram que uma norte-americana, de 42 anos, suspeita de estar envolvida numa colisão fatal, saiu do país sem comunicar a viagem à polícia.

O caso remonta a 27 de agosto deste ano. Harry Dunn, de 19 anos, viajava na sua mota quando colidiu com carro de Sarah Johnson, na vila de Croughton, onde está instalada uma estação da Força Aérea norte-americana. O jovem, que ficou gravemente ferido no acidente e acabou por morrer, foi a única vítima do acidente.

Através das redes sociais, a mãe de Harry lamentou que Sarah tenha viajado para os EUA. “A condutora envolvida no acidente com Harry deixou o país, aparentemente, para escapar à justiça. Estamos a ser privados do nosso luto. As nossas vidas estão suspensas. Ela deve retornar ao Reino Unido para enfrentar a Justiça”, escreveu Charlotte Charles na sua página de Facebook privada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório