Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Vítimas de explosão em Cabinda estão a ser tratadas em Luanda

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, manifestou hoje "solidariedade para com os sinistrados" da explosão ocorrida no sábado em Cabinda, garantindo que "tudo está sendo feito em Luanda" para salvar as vítimas.

Vítimas de explosão em Cabinda estão a ser tratadas em Luanda
Notícias ao Minuto

12:44 - 22/09/19 por Lusa

Mundo Angola

O chefe do executivo angolano expressou ainda os seus votos de "rápidas melhoras" através da conta do Twitter.

Nove angolanos e cinco cidadãos chineses ficaram gravemente queimados na sequência de uma explosão que se deveu ao sobreaquecimento de uma caldeira de queima de alcatrão.

As primeiras informações recolhidas no sábado davam conta de dez chineses e quatro angolanos entre as vítimas, mas os dados foram hoje corrigidos pelo subinspetor bombeiro Faustino Miguéis, porta-voz do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros.

O acidente aconteceu no sábado, cerca das 14h45, na aldeia de Tchiazi, município de Cabinda (província de Cabinda).

Os feridos são trabalhadores da empresa chinesa Nzambi-Yami e têm entre 26 e 60 anos de idade, segundo a mesma fonte.

As vítimas foram assistidas inicialmente no hospital provincial de Cabinda. Devido à gravidade das queimaduras, foram depois transportadas pelas Forças Armadas Angolanas para o Hospital Neves Bendinha (Hospital dos Queimados), em Luanda.

Segundo uma médica que ajudou a socorrer os feridos no hospital de Cabinda, estes apresentavam queimaduras em "90% do corpo".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório