Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2021
Tempo
12º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Zona-tampão na Síria permitiria repatriar até três milhões de refugiados

O Presidente turco afirmou hoje que dois a três milhões de refugiados sírios que se encontram na Turquia e na Europa poderão ser reinstalados na Síria caso se concretize a "zona de segurança" que considera necessário criar.

Zona-tampão na Síria permitiria repatriar até três milhões de refugiados
Notícias ao Minuto

13:05 - 18/09/19 por Lusa

Mundo Erdogan

"Poderemos instalar [nessa área], dependendo do tamanho da 'zona de segurança', entre dois e três milhões de refugiados sírios, atualmente na Turquia e na Europa", afirmou o chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan, num discurso feito hoje em Ancara.

A Turquia e os Estados Unidos estão a negociar a criação de uma "zona-tampão" a leste do rio Eufrates - que separa a Turquia das áreas sírias controladas pelas milícias curdas, apoiadas por Washington, mas consideradas "terroristas" por Ancara.

Para Ancara, um dos objetivos desta "zona de segurança" é poder devolver à Síria alguns dos mais de 3,6 milhões de refugiados que vivem atualmente na Turquia.

Embora os militares turcos e norte-americanos já tenham realizado, no início deste mês, uma primeira patrulha conjunta no nordeste da Síria, os contornos exatos da futura "zona-tampão" permanecem incertos.

Erdogan já tinha mencionado, na segunda-feira - durante uma reunião realizada em Ancara com presidentes russo e iraniano -, que a "zona-tampão" poderia receber cerca de dois milhões de refugiados, admitindo que o número poderia chegar aos três milhões, se a "zona de segurança" se estender até Deir Ezzor e Raqqa, no sul do território sírio.

O chefe de Estado turco também avisou Washington para as consequências de a "zona de segurança" não ser construída nas próximas duas semanas, alertando que irá "implementar os seus próprios planos operacionais".

O líder turco disse, no início do mês, que o seu país não aceitaria nenhum atraso na criação de uma zona segura e que a estabeleceria sozinho caso as negociações com os EUA não resultassem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório