Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Índia condena ataque a instalações petrolíferas na Arábia Saudita

A Índia condenou hoje o ataque a instalações petrolíferas na Arábia Saudita, exprimindo a sua determinação em "opor-se ao terrorismo em todas as suas formas e manifestações".

Índia condena ataque a instalações petrolíferas na Arábia Saudita
Notícias ao Minuto

19:40 - 16/09/19 por Lusa

Mundo Reação

O ataque com aviões não tripulados ('drones') às principais instalações petrolíferas da Arábia Saudita, no sábado, provocou a destruição de 5,7 milhões de barris de petróleo (mais de 05% da produção diária mundial) e foi reivindicado pelos rebeldes Houthis no Iémen, mas os EUA afirmaram ter provas de que o Irão está por detrás deste episódio.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Índia, Raveesh Kumar, considerou que o ataque foi "um ato terrorista", condenando-o, sem se referir à sua origem.

A dependência de Nova Deli em relação ao petróleo da Arábia Saudita tem aumentado, depois de os Estados Unidos terem aplicado sanções ao Irão, que era o principal fornecedor de petróleo da Índia.

Na sua conta pessoal na rede social Twitter, o Presidente dos EUA, Donald Trump, lançou a suspeita de um envolvimento direto do Irão no ataque às instalações petrolíferas da Arábia Saudita, dizendo não acreditar no desmentido que as autoridades de Teerão já emitiram.

"Veremos (se é verdade o desmentido)", escreveu Trump, associando-se às suspeições partilhadas com a própria Arábia Saudita, que também já acusou o Irão de ter responsabilidade no ataque.

Nas últimas horas, devido ao ataque na Arábia Saudita, o preço do barril de petróleo já subiu 10%, estando a ser negociado a 66 dólares (cerca de 60 euros) o barril.

Os mercados europeus também começaram a semana com nota negativa, com os especialistas a justificarem a queda com as consequências da situação no Médio Oriente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório