Meteorologia

  • 16 SETEMBRO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

UE prolonga operação Sophia mais seis meses, mas ainda sem navios

A União Europeia (UE) vai prolongar por mais seis meses a operação militar Sophia de combate ao tráfico de migrantes no Mediterrâneo, mas só com aviões, continuando sem navios disponíveis, foi hoje confirmado.

UE prolonga operação Sophia mais seis meses, mas ainda sem navios

A decisão política foi tomada na quinta-feira e deverá ser formalmente adotada no final do mês, prolongando a operação Sophia por mais seis meses -- até 31 de março de 2020 - mas limitada à vigilância aérea, a cargo de quatro aviões, adiantou, na conferência de imprensa diária da Comissão europeia, a porta-voz para a Política externa, Maja Kocijancic.

"Como não há acordo sobre o desembarque (de refugiados), a missão irá continuar sem navios, mas a UE pode rever esta decisão a qualquer momento", esclareceu a porta-voz, sendo que a operação envolve apenas quatro aviões de vigilância.

"Renovámos o apelo aos países-membros, incluindo a Itália, para que cheguem a um acordo e estamos a analisar todos os procedimentos possíveis, mas são os países que têm que rever" os procedimentos da operação, disse ainda Maja Kocijancic

A operação Sophia foi lançada em 2015 após um naufrágio em Lampedusa (costa italiana) em que 800 pessoas morreram, tendo a Itália assumido o comando e sua sede fica em Roma.

Foi parcialmente suspensa em março de 2019, após a decisão dos Estados-membros de não enviar navios para atravessar a costa da Líbia devido à recusa do governo italiano em aceitar o desembarque dos náufragos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório