Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

EUA retiraram espião com acesso a Putin por causa de Trump

Os serviços de inteligência norte-americanos receavam a forma descuidada com que o presidente tratava informação confidencial.

EUA retiraram espião com acesso a Putin por causa de Trump

Numa operação secreta que teve lugar em 2017, os Estados Unidos extraíram um dos seus espiões no governo russo, que tinha acesso a Vladimir Putin. A informação foi confirmada à CNN por várias fontes no seio da administração Trump.

A forma como o presidente tem repetidamente lidado de forma descuidada com informação confidencial teve um peso significativo na decisão de retirar o espião, com os serviços de inteligência a recearem que Trump pudesse expô-lo.

O espião era a principal fonte de informação de Washington no Kremlin. Tinha acesso ao presidente russo e até podia fornecer imagens de documentos que estavam na secretária de Putin. Durante mais de dez anos este espião forneceu informações aos serviços de inteligência norte-americanos e inicialmente chegou a recusar ser extraído.

A Casa Branca já reagiu à notícia da CNN. Stephanie Grisham, porta-voz da Casa Branca, declarou que a informação divulgada pela estação televisiva “não só estava incorreta, como tem o potencial de pôr vidas em perigo”. A CIA também comentou a notícia e afirmou que se tratava de “especulação errada”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório