Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2019
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Europeus defendem neutralidade da UE em caso de conflito envolvendo EUA

A maioria dos eleitores da União Europeia (UE) defende a neutralidade do bloco em caso de conflitos entre os Estados Unidos e a Rússia ou a China, segundo um inquérito hoje divulgado por um grupo de reflexão.

Europeus defendem neutralidade da UE em caso de conflito envolvendo EUA

Segundo um estudo realizado pelo grupo de reflexão em política externa Concelho europeu para as relações externas (ECFR, na sigla inglesa) em 14 Estados-membros considerados representativos da UE, a maioria dos inquiridos - 60 mil eleitores - defende a neutralidade do bloco em caso de um conflito entre os Estados Unidos e a Rússia ou entre os Estados Unidos e a China.

Questionados sobre questões de comércio, os eleitores dos Estados-membros em que decorreu o inquérito - à exceção da França e da Roménia - consideraram que os governos nacionais estão mais bem habilitados do que quaisquer outras autoridades para defender o país em negociações comerciais.

Os inquiridos duvidam da capacidade da UE de proteger os seus interesses económicos no caso de conflitos comerciais: segundo o inquérito, menos de 20 por cento dos eleitores em cada Estado-membro respondeu que o interesse nacional está bem protegido face a práticas agressivas de concorrência da China.

O inquérito, que revela ainda a desconfiança da esmagadora maioria dos europeus face aos Estados Unidos, foi realizado em 14 países cuja dimensão é representativa da média da UE: Alemanha, Áustria, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Polónia, Roménia, República Checa e Suécia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório