Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Dois agentes de Hong Kong detidos por agressão a homem amarrado à cama

Vítima é um homem de 62 anos. Alerta: Imagens podem ferir as susceptibilidades de alguns leitores.

Dois agentes da polícia de Hong Kong foram detidos esta terça-feira após terem sido divulgadas as imagens das violentas agressões a que sujeitaram um homem, de 62 anos, que se encontrava hospitalizado e amarrado à maca.

As imagens que circulam nas redes sociais foram captadas no passado dia 26 de junho num hospital público de Hong Kong.

Nas imagens, captadas por uma câmara de videovigilância do hospital, é possível ver dois agentes a agredir repetidas vezes o homem na cara, no estômago e nos testículos, durante largos minutos, ao passo que um terceiro elemento assiste sem interferir.

Através do seu porta-voz, John Tse, a polícia de Hong Kong anunciou o afastamento e detenção dos agentes.

Saliente-se que Hong Kong tem sido palco de repetidos protestos nas últimas semanas. No entanto, o homem em causa, adianta o New York Times, não terá sido detido por integrar um protesto. Ao invés, terá sido detido por se ter envolvido numa altercação com um agente numa altura em que estava alcoolizado. 

Embora a relação não tenha ligações a protestos, a verdade é que está a servir como argumento para quem critica as intervenções policiais em Hong Kong e a postura passiva de alguns agentes perante agressões entre manifestantes. 

As imagens foram divulgadas pelo advogado Lam Cheuk-ting, um causídico que tem defendido alguns detidos nos protestos e que divulgou as imagens ao lado de dois filhos da vítima.

Entre o uso de punhos e de bastões, a vítima foi agredida durante cerca de 20 minutos. Mais uma vez, alertamos para a violência das imagens que pode ver acima.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório