Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Responsável por alerta em metro de Nova Iorque está sob custódia policial

O homem é suspeito de ter deixado três panelas de pressão suspeitas que motivaram a evacuação da estação de metro em Manhattan.

Responsável por alerta em metro de Nova Iorque está sob custódia policial

Um homem que terá sido o responsável por ter deixado três panelas de pressão suspeitas que motivaram a evacuação da estação de metro em Manhattan, em Nova Iorque, na sexta-feira, encontra-se sob custódia policial. 

As panelas, que inicialmente foram descritas como objetos suspeitos foram descobertas na sexta-feira, provocando o alerta e atrasos em toda a rota do metro. Várias panelas de pressão, que utilizam pressão para cozinhar a comida mais rapidamente, já foram transformadas para serem utilizadas como bombas. No entanto, neste caso, acabaram por ser consideradas inofensivas.

A polícia dá conta de as câmaras captaram o homem a retirar duas das panelas de pressão de um carrinho de compras e a depositá-las perto da estação de metro. Uma terceira panela foi encontrada a cerca de três quilómetros de distância, num passeio o que espoletou outra investigação policial.

As autoridades partilharam no Twitter uma fotografia retirada dos vídeos das câmaras de vigilância, onde é possível ver o suspeito na posse de um dos objetos. Nas imagens é possível ver um homem entre os 20 e os 30 anos, de cabelo escuro e acompanhado de um carrinho de compras.

O homem foi encontrado inconsciente por volta das 2h (7h em Lisboa) numa morada no Bronx e está hospitalizado. Foi posto sob custódia policial devido a um mandado de captura anterior. Para já ainda não foi acusado pelo incidente de sexta-feira.

John Miller, do Departamento da Polícia de Nova Iorque, deu conta de que o homem não foi ainda considerado suspeito. "Não sabemos se o ato foi deliberado, para criar alarme social ou se se estava a livrar de objetos que já não queria", referiu.

As panelas de pressão já foram utilizadas anteriormente em ataques terroristas, incluindo no atentado durante a Maratona de Boston em 2013 e no bairro de Chelsea, em Nova Iorque, em 2016.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório