Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 22º

Edição

Oposição russa faz piquetes pacíficos em Moscovo numa ação de protesto

A oposição russa organizou hoje piquetes pacíficos nas três principais praças de Moscovo, após as autoridades locais não terem autorizado a realização de marchas e manifestações.

Oposição russa faz piquetes pacíficos em Moscovo numa ação de protesto
Notícias ao Minuto

16:53 - 17/08/19 por Lusa

Mundo Rússia

Perante fortes medidas de controlo por parte da polícia, os opositores do Presidente russo, Vladimir Putin, optaram por esta estratégia para dar voz aos seus protestos.

"É verdade que aquilo que importa não é a quantidade. Nós já exibimos a quantidade. Agora é necessário algo muito diferente para as pessoas: organização, criação de estruturas que permitam realizar ações cívicas a longo prazo", disse à agência Efe Yelena Rusakova, que pertence ao partido liberal Yábloko.

Yelena Rusakova segurava num pequeno cartaz onde se exigia o cumprimento da Constituição russa.

Em redor, outros ativistas, também com pequenos cartazes, estavam parados, mas separados por vários metros de distância para evitarem serem presos pela polícia.

"O que está a acontecer agora é uma violação da Constituição e dos principais artigos da Constituição", salientou.

A ativista referiu também à agência Efe que está a ser violado o artigo 31.º da Constituição, que tem a ver com o direito de poderem ser feitas reuniões pacíficas.

"Quando se decide sair (fazer piquetes) e expressar pacificamente a oposição cívica, já se pode ver o que acontece, podem deter-nos e inclusivamente exercer violência, batendo-nos", afirmou.

"Os órgãos do poder executivo também devem respeitar a Constituição. Isso significa que tanto a polícia como a guarda nacional também são obrigadas a cumpri-la", declarou Yelena Rusakova.

A ativista disse que nesta altura a polícia vê que "não se trata de uma ação de massas e que é um fenómeno diferente", pelo que não qualquer detenção.

Após a demonstração de força da oposição no último sábado, quando 50.000 pessoas se reuniram apesar da forte chuva, a polícia de Moscovo tomou medidas de segurança.

Segundo um relatório da agência russa Interfax, em diversas praças e avenidas, bem como no metropolitano da capital russa, foram feitos cordões de polícias e circulam patrulhas das forças especiais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório