Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Assaltantes em Espanha enfrentaram casal errado e acabaram detidos

Ela é kickboxer, ele é pugilista. Juntos travaram assalto em Espanha.

Assaltantes em Espanha enfrentaram casal errado e acabaram detidos

Dois assaltantes em Espanha acabaram detidos após terem tentado levar a cabo um assalto à hora errada, no local errado.

O assalto ocorreu no passado sábado, dia 10 de agosto, em Palma Nova, Maiorca, mas os contornos só agora estão a ser revelados pela imprensa britânica.

Iman Barlow, de 26 anos, e o namorado, Stan Stannard, de 23 anos, estavam a sair de um hotel na zona turística local quando se aperceberam de uma confusão que estava a ocorrer a poucas dezenas de metros.

Um homem, acompanhado pelos filhos, estava a ser agarrado por dois assaltantes que lhe queriam roubar o relógio e o agrediam.

O casal perseguiu os assaltantes e enfrentou-os. Uma situação que não correu nada bem para os assaltantes. É que Iman Barlow é também conhecida como 'Pretty Killer' e é uma kickboxer profissional, com 36 KO no curriculum. Já Stan Stannard, o companheiro, é um pugilista profissional.

Um pontapé da kickboxer e um murro do pugilista chegaram para travar os assaltantes. Por perto, um agente da polícia que estava de folga ajudou o casal a manter os assaltantes retidos durante 10 minutos, até que a polícia chegou e os deteve. Ao portal Leicestershire, o casal admitiu depois que correu riscos, porque os assaltantes podiam estar armados, mas ambos agiram por instinto.

Este azarado par de assaltantes compete com um outro assaltante espanhol que, em 1999, numa altura em que decorriam campeonatos mundiais de atletismo em Sevilha, escolheu a vítima errada, no aeroporto local.

Na altura, o carteirista roubou a carteira de um dos elementos da equipa de atletismo norte-americana. Um dos membros da equipa viu-o e encetou uma perseguição.

O espanhol não se terá apercebido a tempo de quem estava a fugir: era nada mais, nada menos, do que Maurice Greene, velocista que dois meses antes batera o recorde do mundo dos 100 metros e que no ano seguinte se sagraria campeão olímpico na mesma categoria em Atenas.

Na prática, o carteirista estava a tentar fugir daquele que era então o 'homem mais rápido do mundo'. A 'corrida' não lhe correu de feição e foi mesmo apanhado por Maurice Greene e posteriormente detido pela polícia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório