Meteorologia

  • 22 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

Mesmo na pouco tolerante Rússia, houve beijo em palco dos Rammstein

Banda germânica manteve-se fiel a si mesma, mesmo num país onde a comunidade LGBT é perseguida.

Mesmo na pouco tolerante Rússia, houve beijo em palco dos Rammstein

Os Rammstein têm estado em tour pela Europa, a promover o seu mais recente álbum homónimo.

Esta semana, a banda atuou em Moscovo, na Rússia, um país que nos últimos anos tem sido alvo de denúncias por perseguição à comunidade LGBT e onde há legislação nem sempre clara, contra o que é considerado uma 'propaganda gay'.

Apesar das circunstâncias, a banda manteve-se fiel a si mesma no palco montado no Estádio de Luzhniki. E, tal como já tinha acontecido noutros espectáculos, os guitarristas Paul Landers e Richard Kruspe aproveitaram para dar um beijo em palco durante o concerto.

A própria banda partilhou esta e outras imagens do concerto na sua conta Instagram, acompanhadas por uma 'declaração de amor' à Rússia na língua local.

Ver esta publicação no Instagram

Россия, мы любим тебя! Photos: @jenskochphoto

Uma publicação partilhada por Rammstein (@rammsteinofficial) a 30 de Jul, 2019 às 10:23 PDT

Os beijos em palco, no entanto, não são o único sinal de tolerância que a banda já mostrou. A Rolling Stone recorda como o vocalista Till Lindemann fez 'crowdsurfing', munido da colorida bandeira LGBT, na tradicionalmente católica e conservadora Polónia.

Imagens semelhantes às presenciadas em Moscovo ocorreram ainda no mês passado, num concerto em Berlim.

Na sexta-feira, a banda volta a atuar em terras russas, desta vez em São Petersburgo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório