Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Morte de casal é afinal triplo homicídio. Exército na caça ao homem

Dois jovens dados como desaparecidos poderão ser, afinal, autores de um triplo homicídio, incluindo do casal Chynna e Lucas. A trágica morte da norte-americana e do australiano emocionou os Estados Unidos, Austrália e Canadá. "É realmente a pior história de amor de sempre", disse o pai de Lucas.

Morte de casal é afinal triplo homicídio. Exército na caça ao homem

A história em torno do homicídio de um jovem casal de namorados, no Canadá, já se transformou várias vezes desde que foi primeiramente conhecida, sobretudo à boleia da inclusão de novas variáveis.

Para poder explicar a morte de Chynna Noelle Deese, norte-americana de 24 anos, e de Lucas Robertson Fowler, australiano de 23, é preciso recuar até 12 de julho, quando os jovens Kam McLeod, de 19 anos, e Bryer Schmegelsky, de 18 saíram de casa dizendo aos pais que iam em busca de novas oportunidades na região da fronteira com o Alasca.

No dia seguinte, a 13 de julho, num acontecimento que, à primeira vista, não tinha relação, são captadas aquelas que viriam a ser as últimas imagens com vida de Chynna e Lucas. O casal, que se abraçava, atestava a sua carrinha azul numa estação de serviço, preparando-se para continuar a sua viagem de exploração da região da Colúmbia Britânica e para seguir, depois, para o Alasca.

Dois dias depois, no dia 15, são ambos encontrados sem vida, numa autoestrada remota do Alasca.

Kam McLeod e Bryer Schmegelsky deixaram, entretanto, de dar notícias, fazendo com que as famílias alertassem as autoridades. Ambos são dados como desaparecidos e possivelmente mortos. Porém, a 19 de julho a carrinha em que seguiam é encontrada queimada e a dois quilómetros do veículo é encontrado o corpo de um homem de 64 anos. Leonard Dyck, professor universitário de Vancouver, fora baleado, como Chynna e Lucas.

As três mortes, que se sucedem num raio de 500 quilómetros, só foram relacionadas dias mais tarde, quando o novo carro de Kam e Bryer é, também, encontrado queimado. Desde então estão a ser feitas buscas pelos jovens, com a polícia a avisar a população que não os deve confrontar por estarem armados e serem perigosos.

Notícias ao MinutoÚltimas imagens captadas dos dois suspeitos.© Reprodução

A imprensa canadiana anunciou, este domingo, que o exército juntou-se ao dispositivo de buscas, para colocar um término na trágica história, que comocionou vários países, o mais rápido possível.

Na semana passada, recorde-se, o pai de Lucas, um agente de autoridade australiano, fez um emocionado comunicado. “Todos sabem que sou um polícia experiente mas hoje estou aqui enquanto pai de uma vítima de homicídio. Estamos destroçados. Isto destruiu duas famílias. O nosso filho Lucas estava no melhor momento da sua vida, a viajar pelo mundo. Conheceu uma belíssima jovem e juntaram-se, faziam um excelente par e apaixonaram-se”, afirmou, com a voz embargada, Stephen Fowler.

“É uma história de amor que acabou de forma trágica. É realmente a pior história de amor de sempre, porque agora temos dos jovens que tinham uma vida pela frente e foram tragicamente assassinados”, acrescentou o pai de Lucas. Pode ver a declaração completa, sem legendas, abaixo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório