Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Ministro lamenta morte de Yukiya Amano

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, lamentou hoje a morte do diretor-geral da Agência Internacional da Energia Atómica, Yukiya Amano, destacando que o japonês foi um "verdadeiro exemplo" na diplomacia científica.

Ministro lamenta morte de Yukiya Amano
Notícias ao Minuto

15:38 - 22/07/19 por Lusa

Mundo Energia Atómica

Em comunicado, Manuel Heitor recordou a visita do diplomata japonês a Lisboa, em abril de 2018, "e a importante troca de ideias então havida relativamente à investigação e desenvolvimento realizado em Portugal nos últimos anos, na área das tecnologias nucleares e as suas aplicações".

O mesmo comunicado refere que Yukiya Amano "foi um verdadeiro exemplo no âmbito da diplomacia científica".

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica morreu aos 72 anos, anunciou hoje a instituição, não tendo sido divulgada a causa da sua morte.

Através de uma nota oficial, o secretariado desta agência acrescentou que Yukiya Amano tencionava afastar-se da direção e que já tinha comunicado a decisão por escrito.

Na carta, Amano pedia à Agência Internacional de Energia Atómica "resultados concretos no sentido de se alcançarem os objetivos do plano 'Atoms for Peace and Development'".

A bandeira da instituição, na sede em Viena (Áustria), foi içada a meia haste em sinal de luto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório