Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 20º

Edição

Venezuela e EUA trocam acusações sobre incidentes em espaço aéreo

A Venezuela acusou hoje os Estados Unidos de terem violado o espaço aéreo venezuelano com um avião militar, enquanto Washington acusa uma aeronave das Forças Armadas Venezuelanas de se aproximar demasiado quando realizava uma missão em águas internacionais.

Venezuela e EUA trocam acusações sobre incidentes em espaço aéreo
Notícias ao Minuto

23:28 - 21/07/19 por Lusa

Mundo Tensão

"O Sistema de Defesa Aeroespacial do Comando de Defesa Aeroespacial detetou e intercetou uma aeronave dos EUA, EP-3E, de espionagem e exploração radioeletrónica na nossa região de informação de voo Maiquetía, violando os tratados aéreos internacionais", anunciou o ministro venezuelano da Defesa na sua conta do Twitter.

A ocorrência, segundo o ministro Vladimir Padrino López, ocorreu na última sexta-feira e constitui uma "franca provocação à República Bolivariana da Venezuela".

Por outro lado, o Comando Sul dos Estados Unidos anunciou hoje, que, nesse mesmo dia, um avião venezuelano de fabrico russo "aproximou-se perigosamente" de uma aeronave militar norte-americana que realiza tarefas autorizadas de observação em águas internacionais.

"Um avião Sukhoi-30 da Venezuela aproximou-se perigosamente de um EP-3 dos EUA, a uma distância considerada insegura, no dia 18 de julho, pondo em risco a tripulação e o avião", explica o Comando Sul na sua conta do Twitter.

Segundo os EUA, o avião norte-americano "realizava uma operação [de observação] sobre águas internacionais do Mar das Caraíbas, reconhecida e aprovada por vários países".

"O regime de [Nicolás] Maduro continua violando as leis internacionalmente reconhecidas e demonstra o desprezo pelos acordos internacionais que autorizam os EUA e outros países a realizarem voos de maneira segura no espaço aéreo internacional", explica o Comando Sul.

Para os EUA, a situação "demonstra o irresponsável apoio militar da Rússia ao regime ilegítimo de Maduro".

Tanto a Venezuela como os EUA divulgaram um vídeo cada um, com a sua versão do sucedido.

As aeronaves não colidiram nem há informação sobre eventuais feridos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório