Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

Casados há 71 anos morrem com apenas horas de diferença

Herbert DeLaigle, de 94 anos, e a esposa Frances, de 88, morreram com 12 horas de diferença.

Juntos até ao fim. Foi o caso de Herbert DeLaigle e da mulher, Frances, que depois de estarem casados há 71 anos morreram com horas de diferença um do outro. O homem de 94 anos morreu na passada sexta-feira de madrugada às 2h20 em Augusta, no estado norte-americano da Georgia e a mulher, de 88 anos morreu 12 horas depois.

O casal tinha partilhado um romance a vida toda depois de se terem visto pela primeira vez num café em Waynesboro, quando Herbert tinha 22 anos e Frances tinha apenas 16, conta o The Sun. No primeiro encontro que tiveram foram ao cinema e um ano depois o apaixonado pediu a namorada em casamento.

A união, no entanto, esteve quase para não acontecer porque chegaram uma hora depois à igreja e o padre não os queria casa. Mas depois de o conseguirem convencer, e de lhe pagarem 5 dólares, tornaram-se marido e mulher.

Tiveram seis filhos juntos e, conta o jornal, andaram de mãos dadas toda a vida.

"É incrível como estiveram juntos 71 anos e agora estão juntos no céu. Que história de amor extraordinária", disse a família em comunicado.

Quando os casais morrem um a seguir ao outro morrem de síndrome de coração partido, que segundo Matthew Lorbor, um psiquiatra do hospital de Lenox Hill em Nova Iorque, é uma condição real. Quando alguém toma conhecimento de notícias más deste género "há uma libertação de hormonas de stress tão fortes para a corrente sanguínea, que depois são bombardeadas para o coração".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório