Meteorologia

  • 24 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Ébola: Morreu homem diagnosticado no domingo no Congo

O governador do Norte do Kivu do Norte confirmou hoje a morte do homem portador do vírus Ébola diagnosticado no passado domingo em Goma, indicando que a mesma se verificou enquanto o paciente era deslocado para ser tratado em Butembo.

Ébola: Morreu homem diagnosticado no domingo no Congo
Notícias ao Minuto

11:54 - 16/07/19 por Lusa

Mundo Ébola

"Como sabem, no passado dia 14 de julho descobrimos um caso de Ébola aqui, em Goma. As nossas equipas de resposta tomaram conta da ocorrência, mas infelizmente posso confirmar-vos o falecimento do paciente, que morreu enquanto era deslocado para Butembo para aí ser tratado adequadamente, porque nunca tinha havido um caso de Ébola na cidade de Goma", explicou Carly Nzanzu, governador do Norte do Kivu, citado pela comunicação social local.

A vítima era um padre que pregou em várias igrejas durante a sua permanência em Butembo - um dos locais, a par de Ituri, onde a epidemia do Ébola já colheu mais de 1600 vidas desde o seu início declarado no nordeste da República Democrática do Congo (RDC) em agosto do ano passado.

O padre protestante tomava "regularmente" nas suas mãos as mãos dos crentes, pelo que pode ter sido esta a forma de contágio. Os primeiros sintomas da doença apareceram no passado dia 9 de julho, quando o padre ainda se encontrava em Butembo, e onde foi seguido por um enfermeiro no domicílio, antes de viajar para Goma no dia 12, de acordo com informações avançadas pelo Ministério da Saúde congolês.

"Quando chegou a Goma este domingo de manhã, ele dirigiu-se a um centro de saúde para continuar o seu tratamento. Os enfermeiros e médicos do centro de saúde reconheceram os sintomas de Ébola e alertaram imediatamente as equipas de resposta em Goma, que o transferiram para o centro de tratamento de Ébola. Pelas 15 horas, o resultado do teste laboratorial confirmou que era positivo em Ébola", informou o ministro da Saúde da RDC, Oly Ilunga, citado pelo Atualité.CD.

As autoridades congolesas indicaram entretanto que os contactos de alto risco da vítima foram já identificados. A companhia de transportes, proprietária do autocarro onde o padre viajou de Butembo para Goma, colocou à disposição das equipas de resposta ao Ébola o registo com a identificação dos passageiros do autocarro e a vacinação dos mesmos e do condutor começou na segunda-feira, segundo o Governo congolês.

A epidemia de febre hemorrágica provocada pelo vírus do Ébola foi identificada no passado dia 1 de agosto de 2018 em Beni, uma pequena cidade no nordeste da RDC, antes de se expandir para a província de Ituri e para cerca de duas dezenas de aglomerações, entre as quais a cidade de Butembo. Provocou já 1.655 mortes, de acordo com os dados oficiais.

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou esta segunda-feira que a agência das Nações Unidas está a avaliar se a epidemia deverá passar a ser considerada como situação de emergência global de saúde pública.

Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou, no final de uma reunião da OMS em Genebra, que a propagação do Ébola para Goma, uma cidade com dois milhões de pessoas, pode "mudar o jogo".

O responsável afirmou ainda que este desenvolvimento tem vindo a ser preparado pela OMS e pelas autoridades sanitárias congolesas e descreveu a situação como uma das mais complexas emergências humanitárias de sempre.

Tedros Ghebreyesus disse, ainda assim, que a agência da ONU está "confiante" em relação às medidas colocadas no terreno e prevê que não voltem a surgir novos casos de Ébola em Goma.

O mesmo responsável não indicou quando se reunirá o Comité de Emergência da OMS para tomar uma decisão sobre a questão. O Comité discutiu já por três vezes a hipótese de elevar a emergência global de saúde pública a epidemia de Ébola na RDC, mas manteve em todas elas o estatuto de emergência internacional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório