Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Criança de 13 anos embarca em voo sem bilhete no Reino Unido

O voo tinha como destino Los Angeles.

Criança de 13 anos embarca em voo sem bilhete no Reino Unido

Um rapaz de 13 anos conseguiu embarcar num voo no aeroporto de Heathrow, no Reino Unido, sem bilhete e acabou por espoletar uma investigação policial. O menor desacompanhado foi descoberto a bordo de um voo da companhia aérea British Airways com destino a Los Angeles, a 14 de julho, depois de a tripulação lhe ter pedido para ver o bilhete.

Conta o Independent que quando se tornou claro que não tinha a documentação adequada para viajar, os passageiros tiveram de sair e foram obrigados a passar pela segurança novamente.

Não resulta claro como é que a criança conseguiu chegar tão longe sem ninguém se aperceber.

A Polícia Metropolitana confirmou que o rapaz foi identificado pela tripulação durante a revista antes do voo e que não tinha bilhete ou nenhum documento de viagem consigo. "Era um menor desacompanhado", esclareceu um porta-voz das autoridades, acrescentando que este "não era de nacionalidade britânica". Creem ainda que o menor terá chegado a Heathrow como um passageiro em trânsito.

"Como medida de segurança, os passageiros foram todos mandados sair depois de uma discussão entre a polícia e o capitão", referiu. "Continua sob cuidado da polícia e o seguimento vai continuar com os serviços de imigração".

Rachel Richardson, uma das passageiras desse voo, partilhou a saga no Twitter. "Então, sobrevivi à minha espera de seis horas em Heathrow mas agora estou atrasada para a pista porque um rapaz conseguiu entrar no nosso avião sem bilhete. Grande falha de segurança. Tão divertido para toda a gente a bordo", escreveu.

Mais tarde, a mulher fez o seguimento do incidente acrescentando que tinha saído do avião e que "imensa polícia com cães pisteiros" estavam no local. "Estamos numa fila. Não sabemos para quê", disse ainda, referindo que duas horas e 45 minutos depois da hora de partida original, os passageiros ainda não estavam dentro do avião.

Rachel referiu ainda que agradecia que pusessem a segurança primeiro, mas que o local estava "totalmente caótico" e que havia "muito pouca informação dos funcionários", enquanto mostrava num vídeo o caos em redor.

Um porta-voz da companhia aérea partilhou no Twitter: "Pedimos desculpa aos nossos clientes pelo atraso no seu voo depois de ter ocorrido um problema durante o embarque. A segurança dos nossos passageiros e tripulação vai ser sempre a nossa principal prioridade e toda a gente que embarcou no avião foi sujeita a revistas de segurança. Levámos a cabo revistas adicionais por precaução assim que o problema foi conhecido e estamos a colaborar com a polícia nos seus inquéritos".

O aeroporto confirmou que o rapaz não era um risco de segurança, mas que estavam a colaborar com a polícia e a companhia para perceber como é que um passageiro não autorizado tinha conseguido entrar no avião incorreto sem ser detetado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório