Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 18º MÁX 25º

Edição

Sociedade civil contesta decisão de extradição de Manuel Chang

Maputo, 11 jul 2019 (Lusa) - O Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO), que congrega organizações da sociedade civil moçambicana, vai contestar no próximo dia 16 em tribunal a decisão do Governo sul-africano de extraditar o ex-ministro das Finanças Manuel Chang para Moçambique.

Sociedade civil contesta decisão de extradição de Manuel Chang

A intervenção do FMO foi acolhida pelo Tribunal Superior de Justiça da África do Sul, numa resposta datada de 09 de julho, depois de a organização ter submetido um pedido nesse sentido na semana passada, lê-se na resposta do tribunal ao pedido da entidade não governamental moçambicana.

A resposta da justiça sul-africana foi divulgada hoje pelo FMO.

"Ao Fórum é concedida a licença para intervir nesta matéria", refere o Tribunal Superior da África do Sul.

O interveniente pretende apresentar, até 16 de Julho de 2019, um requerimento sobre o processo de extradição de Manuel Chang, diz o documento.

Manuel Chang está detido na África do Sul desde 30 de dezembro do ano passado, na sequência de um pedido de extradição feito pela justiça norte-americana.

A detenção e pedido de extradição de Manuel Chang estão relacionados com o seu papel na prestação de avales do anterior Governo moçambicano para a contração de 2,2 mil milhões de dólares de dívidas (1,9 mil milhões de euros) a favor de empresas públicas de segurança marítima e pesca, à revelia da Assembleia da República e do Tribunal Administrativo.

A operação que levou às dívidas ocultas é alvo de processos judiciais em Moçambique e nos EUA, que considera que a legislação do país foi violada, e várias pessoas, incluindo banqueiros internacionais, estão detidas por alegado envolvimento no escândalo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório