Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Após 11 anos ligado às máquinas, Vincent Lambert morreu esta quinta-feira

O homem estava em estado vegetativo desde 2008 e os tratamentos foram interrompidos no dia 2 de julho deste ano

Após 11 anos ligado às máquinas, Vincent Lambert morreu esta quinta-feira

Após 11 anos ligado às máquinas e depois de uma longa batalha judicial, Vincent Lambert, o homem que estava em estado vegetativo desde 2008 morreu na manhã desta quinta-feira. A informação foi confirmada pela sua família à Agence France-Presse.

"Vincent morreu às 8h24 da manhã de hoje", informou o seu sobrinho Francis.

A equipa médica do hospital de Reims terminou os cuidados prestados a Vincent e que o mantinham vivo artificialmente a 2 de julho deste ano.

O médico responsável informou a família sobre a intenção de descontinuar os tratamentos, depois de a 28 de junho, o Tribunal de Cassação (Supremo Tribunal) ter decido que os médicos podiam parar de alimentar o paciente, terminando uma disputa de onze anos entre a mulher e os pais do homem.

Em maio passado os tratamentos chegaram a parar, mas o Tribunal de Recurso de Paris ordenou a reposição para o manter vivo, até que um comité da ONU se pronunciasse sobre a questão, a pedido dos pais.

Vincent tornou-se o rosto da discussão sobre o direito a morrer, em França, depois de ter ficado tetraplégico e em estado vegetativo após um acidente de viação em 2008 e se ter visto no centro de uma batalha judicial entre elementos da sua própria família, nomeadamente entre a sua mulher e seis dos seus irmãos, que queriam que as máquinas fossem desligadas, e os seus pais, católicos assumidos que defendiam a manutenção do suporte de vida.

Em 2011, os médicos que seguem este caso descartaram por completo qualquer possibilidade de melhorias no estado de Vincent Lambert e, em 2014, o seu estado passou a ser classificado como vegetativo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório