Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
24º
MIN 21º MÁX 26º

Edição

Turquia rejeita advertência dos EUA sobre a compra de mísseis russos

A Turquia rejeitou hoje uma nova advertência dos Estados Unidos sobre a compra por Ancara de mísseis russos, e apelou a Washington para não adotar medidas suscetíveis de "lesar as relações" bilaterais.

Turquia rejeita advertência dos EUA sobre a compra de mísseis russos
Notícias ao Minuto

15:14 - 10/07/19 por Lusa

Mundo EUA

"Convidamos a parte americana a não tomar medidas prejudiciais que teriam reflexos na diplomacia e no diálogo e lesariam as nossas relações", declarou em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros turco.

Esta declaração surge um dia após uma nova advertência norte-americana relacionada com a aquisição pela Turquia do sistema de defesa russo S-400, e que segundo os responsáveis russos deverá começar a ser entregue esta semana.

"A Turquia iria expor-se a consequências reais e nefastas caso aceite os S-400", declarou na terça-feira a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Morgan Ortagus.

Os Estados Unidos opõem-se fortemente à compra os S-400 pela Turquia, ao considerarem que os sistemas russos não são compatíveis com os dispositivos da NATO, da qual a Turquia e os EUA são Estados-membros e que possuem os dois maiores exércitos aliados.

Por sua vez, Washington considera existir um risco que os especialistas russos que vão fornecer formação aos militares turcos sobre os S-400 possam em simultâneo detetar os segredos tecnológicos do novo avião furtivo norte-americano F-35, que a Turquia também vai obter.

No início de junho, Washington lançou um ultimato oficial a Ancara, fornecendo um prazo até 31 de julho para optar entre o sistema de defesa russo e os F-35.

No passado dia 29 de junho, após um encontro com o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, à margem da cimeira do G20, em Osaca, o Presidente turco Recep Tayyip Erdogan mostrou-se convencido que não vai haver sanções dos Estados Unidos contra a Turquia devido à compra dos mísseis russos.

"Ele (Trump) disse-nos que não haveria nada disso (sanções)", declarou Erdogan durante uma conferência de imprensa no final do encontro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório