Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Diretor de escola afastado por recusar admitir que Holocausto aconteceu

Diretor de escola em Palm Beach, na Flórida, disse aos pais de um aluno que “nem toda a gente acredita que o Holocausto aconteceu”.

Diretor de escola afastado por recusar admitir que Holocausto aconteceu

O diretor de uma escola norte-americana foi afastado depois de dizer aos pais de um aluno que se manteria neutro na questão da existência do Holocausto.

William Latson escreveu num email, que trocou com os pais de uma criança no ano passado, que não poderia dizer que o “Holocausto é um evento histórico factual”, segundo noticia o Palm Beach Post.

No mesmo email, a que o jornal local acedeu, o docente dizia que a escola tinha “uma panóplia de atividades” sobre o Holocausto mas acrescentou que as aulas “não são forçadas às pessoas, uma vez que todos temos os mesmo direitos mas não as mesmas crenças”.

Os pais, que não foram identificados, quiseram certificar-se de que a escola em questão, em Boca Raton, no estado da Flórida, dava prioridade ao ensinamento sobre o Holocausto e enviaram um email de volta ao docente esclarecendo que o Holocausto “é um evento histórico e factual”.

O diretor escolar respondeu que “nem toda a gente acredita que o Holocausto aconteceu”. “Não posso dizer que o Holocausto é um evento histórico e factual porque não estou numa posição para o fazer enquanto funcionário do agrupamento escolar”, acrescentou.

Estas afirmações, tornadas públicas, geraram uma onda de protestos a nível local, que resultaram inclusive numa petição para demitir o docente, que ultrapassou as 15 mil assinaturas.

Esta segunda-feira, responsáveis pelo agrupamento escolar divulgaram um comunicado onde indicaram que Latson iria ser recolocado “com efeito imediato” e que este tinha feito “um grave erro de julgamento”.

O docente também reagiu ao caso através de comunicado enviado ao Palm Beach Post, pedindo desculpa pelos seus comentários. “É crítico que nós, como sociedade, não honremos a memória de vítimas”, escreveu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório