Meteorologia

  • 24 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Estugarda condena alemã a cinco anos de cadeia por integrar Daesh

Um tribunal de Estugarda, na Alemanha, condenou hoje uma cidadã alemã, de 32 anos, a cinco anos de cadeia por integrar o grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI).

Estugarda condena alemã a cinco anos de cadeia por integrar Daesh

A mulher, Sabine S., mãe de quatro crianças, converteu-se ao Islão quando tinha 22 anos e viveu na Síria e no Iraque entre dezembro de 2013 e agosto de 2017, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

De acordo com o Ministério Público, a mulher casou-se com um combatente do EI, com nacionalidade do Azerbaijão, que não conhecia e com quem teve mais dois filhos.

Sabine S. era administradora de um blogue de propaganda da organização 'jihadista' e divulgou vários vídeos a enaltecer a violência, com o objetivo de recrutar quem desejava viajar para zonas de combates.

Segundo ficou provado em tribunal, a cidadã alemã, que foi acusada de posse de armas, recebeu formação de tiro e presenciou execuções públicas, para além de exercer funções de representação tal como o marido.

A mulher foi detida em meados de 2018 num balneário alemão de Baden-Baden, no sudoeste do país, após regressar da zona de combates.

O Ministério Público pediu uma pena de prisão de seis anos para Sabine S., que durante o julgamento se afastou da organização e a defesa tinha pedido uma pena de três anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório