Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

FBI investiga mortes na República Dominicana. Português sofreu susto

O caso está envolto em mistério. Autoridades querem entender o que está por trás de, pelo menos, nove mortes.

FBI investiga mortes na República Dominicana. Português sofreu susto

São ao todo, pelo menos, nove as pessoas que terão morrido na sequência de complicações de saúde que ocorreram durante ou após um período de férias na República Dominicana. As vítimas partilham o facto de serem todas norte-americanas, situação que está a alertar as autoridades do país.

O caso já ganhou repercussões mundiais e está a ser referenciado como um "mistério", motivo pelo qual o FBI decidiu intervir. 

A informação é avançada pela CNN, que afirma que a agência federal está a trabalhar em conjunto com as autoridades locais, sendo que as bebidas servidas nos minibares dos quartos de hotel são o alvo principal da investigação.

Além das bebidas, a água e instalações hidráulicas dos resorts também estão a ser analisadas, prevendo-se que os resultados sejam conhecidos em 30 dias.

As mortes, que começaram a acontecer em junho do ano passado, estão a deixar assustados os que visitaram o país e estarão também a afastar muitos potenciais turistas. Isto apesar de as autoridades locais garantirem que as mortes são casos isolados.

O Washington Post refere que o FBI está focado, essencialmente, em três casos. São eles os de Miranda Schaup-Werner, uma mulher de 41 anos que morreu a 25 de maio; e os de Nathaniel Edward Holmes e Cynthia, o casal de Maryland que foi encontrado sem vida dentro do quarto onde estava hospedado.

Duas mortes em 2016 e em 2018 podem aumentar número de vítimas

Entretanto, a Fox News sabe de outras duas mortes ocorridas em 2016 e 2018 num resort daquele país. Não é certo se haverá alguma relação entre estas mortes e as que estão a ser agora notícia. Contudo, as famílias de Chris Palmer (um veterano de guerra de 41 anos, do Kansas) e de Barbara Diane Maser-Mitchell (uma enfermeira reformada de 69 anos da Pennsylvania) acreditam que estes também podem ser vítimas deste mistério.

A confirmar-se, sobe para 11 o número de vítimas.

Um português também com queixas

Entretanto, a SIC Notícias avançava esta quinta-feira que haverá também um português de férias no país que teve de ser internado.

As primeiras indicações dão conta de que sofreu uma intoxicação alimentar, mas que já teve alta e que regressou de imediato a Portugal. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório