Meteorologia

  • 25 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Sofre de dor crónica porque os seus seios não param de crescer

Os médicos da Tailândia ainda não têm um diagnóstico final, mas já descartaram a hipótese de tumores.

Sofre de dor crónica porque os seus seios não param de crescer
Notícias ao Minuto

19:49 - 20/06/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Lamphrai Srinuan

Lamphrai Srinuan tem 46 anos e sofre de dor crónica no ombro, nas costas e no peito. O motivo? O tamanho dos seios.

O seu marido, Bunleang, de 51 anos, levou a mulher a um hospital local, na Tailândia, em abril, mas os médicos não conseguiram diagnosticar o motivo que justifica o crescimento anormal do peito de Lamphrai. Os meios complementares de diagnóstico levados a cabo não revelaram a presença de tumores.

"É muito difícil para mim sentar-me ou até mesmo deitar-me para dormir. Os meus seios estão a ficar cada vez mais pesados e isso faz com que sinta dor no pescoço e nas costas", explicou, citada pelo jornal britânico Metro.

Lamphrai deixou de usar roupa na parte superior do tronco. A maior parte da que tem não lhe serve e, por isso, vê-se obrigada a tapar-se com um pano. "Só tenho uma camisa larga que me serve e uso-a quando vou ao hospital", acrescentou.

Pese embora a doença de Lamphrai ainda não tenha sido diagnosticada, os médicos acreditam tratar-se de hipertrofia mamária, sendo que uma das suas formas é a gigantomastia. Trata-se de uma condição médica que pode causar o crescimento anormal das mamas.

Esta condição pode ainda levar ao esticamento da pele que pode originar o aparecimento de feridas.

Notícias ao MinutoLamphrai Srinuan© Reprodução DR

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório