Meteorologia

  • 25 JUNHO 2019
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Apaixonaram-se na II Guerra Mundial mas só se encontraram 75 anos depois

Televisão francesa conseguiu reunir um soldado americano e uma mulher francesa que se apaixonaram durante a II Guerrra Mundial, mas que se desencontraram. Encontro resultou em comovente documentário.

Apaixonaram-se na II Guerra Mundial mas só se encontraram 75 anos depois

O veterano norte-americano Kara Troy Robbins viu Jeannine Ganaye pela primeira vez numa aldeia de Briey, próximo da fronteira com a Alemanha, em 1944. O soldado, então com 18 anos de idade, tinha desembarcado na Normandia, em junho de 1944, naquele que ficou conhecido como o Dia D, o início da investida final das forças aliadas sobre a Alemanha nazi.

Robbins esteve umas semanas naquela aldeia, tempo suficiente para se apaixonar por Jeannine. Porém, volvidos apenas dois meses, o casal foi obrigado a separar-se, quando o soldado regressou à frente de batalha.

Durante esse período, relembra Robbins, viveu uma paixão intensa. "Disse-lhe que voltaria para a encontrar, mas não aconteceu", indicou o homem, agora com 96 anos de idade, à televisão France 2, que o entrevistou na sua casa, no Mississippi, para uma reportagem sobre os 75 anos do desembarque. Foi, aliás, essa reportagem que permitiu o reencontro do casal.

Ambos seguiram as suas vidas, casaram e tiveram filhos, mas nunca se esqueceram da sua breve história. "Gostava de lá voltar, encontrar a família dela. Ela, já não a devo ver, já deve ter morrido", chegou a dizer o veterano, viúvo, na reportagem.

Notícias ao MinutoKara Troy Robbins e Jeannine Ganaye na altura em que se conheceram© Reprodução France 2

Os jornalistas descobriram Jeannine, agora com 92 anos de idade e também viúva, em Montigny-lès-Metz, na região francesa de Moselle. A reunião de ambos, que aconteceu em França, foi um momento muito comovente. "Sempre te amei. Nunca me saíste do coração", disse o soldado, em inglês.

"Quando ele subiu para o camião chorei muito, fiquei muito triste", recordou Jeannine Gayane, em francês. Ambos tiveram que se separar de novo, mas prometeram voltar a encontrar-se.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório