Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Transgénero agredida e de cabelo rapado após recusar pagar a gangue

Crime foi denunciado nas redes sociais para que tenha mais impacto junto das autoridades.

Transgénero agredida e de cabelo rapado após recusar pagar a gangue

Uma mulher transgénero foi raptada, agredida e viu o cabelo ser-lhe rapado, no Paquistão, depois de se ter recusado a dar dinheiro a um gangue local.

Shakeela, que é bailarina, foi sequestrada no dia 4 de junho, dia em que se naquele país se comemora o feriado de Eid al-Fitr.

Os seus raptores exigiram-lhe um pagamento de 5 mil libras para a libertarem. Perante a sua recusa, agrediram-na.

A denúncia foi feita pelo grupo ativista Trans Action, cujo líder, Farzan Jan, revela que a mulher já tinha sido ameaçada duas vezes pelo mesmo grupo mas que a polícia falhou em agir.

Nas ocasiões anteriores a quantia exigida pelo grupo, e que a mulher conseguiu pagar, era bastante mais reduzida. A mulher refere que o valor pago era referente a uma espécie de quota que esta tinha de pagar aos locais para poder dançar na rua.

Farzan afirma que a mulher decidiu falar sobre o seu caso para pressionar a polícia a agir. Embora as detenções ocorram com frequência nestes casos, quando são partilhados nas redes sociais, raramente levam a condenações.

Este incidente ganha destaque depois de um casal de mulheres ter sido agredido num autocarro em Londres, após um grupo de jovens lhe ter pedido para se beijar em público e de estas terem recusado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório