Meteorologia

  • 21 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Míssil israelita atinge posições militares em Qouneitra e mata soldado

Um míssil israelita atingiu hoje à noite a província síria de Quneitra, causando a morte de um soldado, informou a agência oficial de notícias Sana.

Míssil israelita atinge posições militares em Qouneitra e mata soldado
Notícias ao Minuto

23:40 - 27/05/19 por Lusa

Mundo Síria

s 21:10 (19:10 em Lisboa), o inimigo israelita alvejou uma das nossas posições militares a leste de Khan Arnaba, nos arredores de Quneitra, matando um soldado e ferindo outro", precisou a agência Sana, citando uma fonte militar.

Antes, a agência tinha avançado que um míssil israelita tinha atacado a colina de Tell al-Shaar em Quneitra, mencionando que o alvo foi um veículo militar.

A província de Quneitra engloba as colinas sírias de Golan, a maioria das quais é anexada e ocupada por Israel.

O exército israelita confirmou, por seu lado, a realização de um ataque aéreo contra um alvo na vizinha Síria, alegando que foi lançado um míssil da região contra um dos seus aviões, no norte de Israel, e houve uma resposta contra a plataforma de onde o ataque partiu.

Segundo o exército israelita, a missão do caça israelita foi concluída.

"O exército israelita encara qualquer ameaça contra os seus aviões com enorme gravidade e reagirá para defendê-los", acrescentou esta força.

Desde o início da guerra na Síria, em 2011, Israel realizou diversos ataques contra posições do exército sírio, bem como alvos iranianos e libaneses do Hezbollah em território sírio.

Em regra, o exército israelita não comenta informações da Síria sobre os seus ataques.

Em 17 de maio, a defesa aérea síria intercetou "alvos hostis" de Israel, informou a agência Sana, mencionando uma "forte explosão" nas proximidades de Damasco.

Segundo indicou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), tratou-se de ataques israelitas contra a região de Kesswa, onde há depósitos de armas pertencentes ao Irão e ao Hezbollah.

Em 13 de abril, os ataques israelitas tiveram como alvo uma posição militar em Misyaf, na província de Hama (centro da Síria), provocando ferimentos em três pessoas, de acordo com a Sana.

Os recentes confrontos ocorrem numa fase de crescente tensão entre o Irão - inimigo confesso de Israel e com posições militares implantadas na Síria - e os Estados Unidos da América.

Israel manifestou sempre a intenção de atacar as posições mantidas pelo Irão ou pelo Hezbollah na Síria, com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, a reiterar que não deixará o Irão criar raízes na Síria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório