Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Crianças para adoção desfilam no Brasil para plateia de interessados

O evento está a gerar indignação nas redes sociais.

Crianças para adoção desfilam no Brasil para plateia de interessados
Notícias ao Minuto

08:52 - 23/05/19 por Filipa Matias Pereira 

Mundo Adoção na Passarela

Uma organização brasileira organizou um desfile que está a gerar polémica nas redes sociais. Não falamos de um habitual desfile de roupa ou de outros produtos, mas sim de crianças e de jovens com idades entre os quatro e os 17 anos. O objetivo? Incentivar a adoção.

O evento, 'Adoção na Passarela', foi organizado pela Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), em parceria com a Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e outras entidades do Estado.

Com efeito, as crianças e adolescentes desfilaram, numa passarela criada para o efeito num shopping em Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso, para uma plateia de cerca de 200 pessoas.

No comunicado de divulgação do desfile, citado pela BBC Brasil, a presidente da CIJ, Tatiane de Barros Ramalho, informou que o evento, inserido nas ações previstas para assinalar a Semana da Adoção, incluiu, entre outras atividades, palestras, seminários e recreações com as crianças.

"Trata-se de uma noite para os pretendentes a adotar poderem conhecer as crianças e os adolescentes. A população em geral poderá ter mais informações sobre adoção e os menores terão um dia diferenciado, em que se irão produzir, arranjar o cabelo, usar maquilhagem e usar roupa para o desfile", disse ainda Tatiane.

O evento não escapou às críticas dos utilizadores das redes sociais. Um advogado brasileiro, Eduardo Mahon, escreveu que "as crianças na passarela, para pretendentes verem o quão bonitas, simpáticas e desenvoltas são, parece-me uma antiga feira de escravo, onde os senhores viam os dentes e o corpo dos africanos para negociar o lance. Não acho bom, aliás, acho péssimo".

A ex-deputada federal Manuela D'Ávila (PCdoB) lamentou também o evento. "Acho que esta é uma das notícias mais tristes que li. Crianças numa passarela, cheias de sonhos e desejos, em busca de aprovação a partir de um desfile, como se para amar um filho tivéssemos que admirá-los fisicamente", disse numa publicação feita nesta quarta-feira no seu Instagram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório