Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Violência e medo. As feridas que o terror abriu no Sri Lanka

Para o terrorista, a 'vitória' muitas vezes passa pelas marcas que ficam para o 'dia seguinte'

No Domingo de Páscoa, o Sri Lanka viu-se surpreendido por um ataque concertado a hotéis e igrejas cristãs. Foram mais de 250 vítimas mortais, entre elas um cidadão português. Mas para lá da violência daquele dia, há uma segunda violência que o terrorismo traz, uma que se faz sentir de forma insidiosa.

As estatísticas cruas de vítimas abriram caminho a futuras estatísticas sobre o impacto que este ataque já está a ter na economia de um país que tem no turismo um dos seus principais trunfos.

Mas o Sri Lanka enfrenta jé outros problemas. As imagens da Reuters que aqui partilhamos dão conta de ruas vazias durante alturas em que foi decretado o recolher obrigatório. É possível ver fortes medidas de segurança que mostram um país em que o medo ainda se sente.

Mas o ataque terrorista, de motivações radicais islâmicas, provoca agora novas vítimas entre a comunidade muçulmana local. Várias mesquitas foram alvo de vandalismo, alguns perpetrados por multidões em fúrias. Há também pessoas que, sem ligação nenhuma ao ataque terrorista, veem os seus negócios de família destruídos em atos de desajustada retaliação, simplesmente porque são muçulmanos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório