Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

Cardeal reativa luz de prédio com 450 pessoas. Dívida é de 300 mil euros

O esmoler do papa Francisco, o cardeal Konrad Krajewski, reativou a energia elétrica num edifício em Roma ocupado por 450 pessoas, entre as quais crianças, embargado desde há uma semana e com a luz cortada pela companhia elétrica.

Cardeal reativa luz de prédio com 450 pessoas. Dívida é de 300 mil euros
Notícias ao Minuto

18:15 - 12/05/19 por Lusa

Mundo Roma

O imóvel está situado na rua Santa Cruz de Jerusalém, perto da Arquibasílica de São João de Latrão, e no qual vivem cerca de 450 pessoas, entre elas cem crianças, sem luz depois de acumularem uma dívida de 300 mil euros para com a companhia elétrica.

Os inquilinos, juntamente com ativistas, estão há vários dias a manifestar-se, gritando "sem luz não se vive", à porta do prédio.

No sábado, o cardeal polaco, responsável pelas obras de caridade do sumo pontífice, foi ao local para dar algumas prendas às crianças e disse que, se naquele dia à noite, a luz não tivesse sido restabelecida, ele próprio a reativaria.

Por volta das 20h00 locais, 19h00 em Lisboa, Krajewski foi à sala onde estavam os contadores, fechados a cadeado pelas autoridades, e reativou a energia elétrica, assumindo a responsabilidade perante a polícia e a empresa de energia, ACEA.

"Intervim pessoalmente para reativar os contadores. Foi um gesto desesperado [porque] havia mais de quatrocentas pessoas sem eletricidade, com famílias, crianças, sem sequer terem a possibilidade de ligar um frigorifico", explicou o cardeal, que regressou há pouco tempo da ilha grega de Lesbos.

O ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, aproveitou para desafiar o cardeal a pagar a conta da luz.

"Conto que o esmoler do papa, que reativou a corrente num edifício ocupado em Roma, pague os 300 mil euros em faturas atrasadas", afirmou, no decorrer de uma iniciativa de campanha eleitoral em Bra, no norte do país.

Na mesma altura, dirigindo-se às pessoas, disse acreditar que todos eles paguem "com sacrifício" as contas.

"Se alguém é capaz de pagar as faturas de milhões de italianos com problemas económicos, fico muito feliz", disse, em referência ao cardeal polaco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório